Livro "Voando sobre um ninho de Strelas"


Livro de 375 páginas em formato 15x23cm, capa mole

Sinopse

Num registo informal de conversa amena com o leitor, António Martins de Matos (Tenente-General reformado da Força Aérea Portuguesa) conta a sua história enquanto jovem piloto aviador nos anos 60 e 70: da preparação na Academia Militar, à ida desconfiada para Bissau (e a adaptação à vida quotidiana na Guiné), passando pelas aflições de uma guerra vivida nos céus de África. Entre missões de apoio, descolagens apressadas e aterragens com os níveis de combustível a roçar os mínimos, António Matos oferece uma perspectiva singular e controversa (mas sempre fundamentada) sobre alguns dos episódios mais marcantes da Guerra Colonial.
“Voando...” é acima de tudo uma carta de amor dirigida a todos os militares mortos em combate no Ultramar, bem como a todos os pilotos-aviadores da Força Aérea Portuguesa: aos que voaram pelos mesmos céus a evitar os mísseis Strela; aos que voam hoje em missões-patrulha da NATO, espalhados pelo mundo inteiro; e aos futuros “periquitos” que, talvez ingenuamente, ainda sonham com o interior de um avião de combate.

O autor

António Martins de Matos nasceu em Lisboa a 3-11-1945.
Em 1964 ingressou na Academia Militar, frequentando o Curso de Aeronáutica, piloto da FAP em 1969, com o posto de Alferes e o Brevet Militar número 1284.
Em 1971 foi qualificado em Piloto Operacional de F-86 e mais tarde de Fiat G-91.
Entre 1972-74 e com a patente de Tenente fez uma Comissão de Serviço na Guiné, efectuando 387 missões em FIAT G-91 e 113 em DO-27.
Regressado do Ultramar, na sua carreira de Aviador passou por algumas Esquadras de Instrução, preparando algumas dezenas de novos pilotos para a FAP..
Foi piloto da Esquadrilha Acrobática “ASAS DE PORTUGAL” e Comandante da Base de Beja.
Foi “Project Leader” na implementação do Sistema de Comando e Controlo de Portugal (SICCAP), Conselheiro de Embaixada na NATO (Bruxelas) e 2º Comandante do Comando Aéreo da NATO em Torrejon (Madrid).
Com a promoção a Tenente General foi, durante mais de 3 anos, Comandante Operacional da FAP e do Comando Aéreo da NATO em Monsanto.
Quando em 18-12-2006 decidiu passar à situação de Reserva, desempenhava o cargo de Comandante da Logística da FAP.
É casado com a Maria Fernanda e pai do Bernardo e da Teresa.



Preço: 20 Euros (portes incluídos)
Pagamento exclusivamente por transferência bancária




CRÉDITOS

Os textos publicados no Pássaro de Ferro são da autoria e responsabilidade dos seus autores/colaboradores, salvo indicação em contrário.
Só poderão ser usados mediante autorização expressa dos autores e/ou dos administradores.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons